Quiche de Funghi... ou, Nannnnn

Escrevia silêncios, noites, anotava o inexprimível. Fixava vertigens - Rimbaud

São diversas as formas de servir à alguém. Uma vez eu acho que falei sobre o ato de preparar um prato para alguém, como o ato de servi-la... alguém... se não disse, pensei, senti... a entrega. Sim, preparar algo pensando em alguém, é um ato de entrega.


Pensei a receita que fiz hoje, sentindo Nannnn... como um mantra que entoamos aos primeiros sinais do sol, que vibra dentro de nós. Foi assim... é assim... vai lançando luz sobre as sombras.

A receita básica, já publiquei em outras receitas:

Para a massa, vamos usar duas xícaras de Farinha de Trigo Integral, um Ovo, uma Gema, cinco colheres de sopa de Manteiga, uma colher de chá de ÁguaPimenta do Reino e Sal a gosto.

Tente permitir, que cada novo ato de amor
Floresça e espalhe gratidão, por nossa esfera
Tente se ouvir, sentir a própria pele arrepiar
Chorar se for preciso, aliviar


Paulo Novaes


Colocamos todos os ingredientes em uma tigela e amassamos, até ficar uma massa homogênea e não estiver grudando nas mãos. Uma massa ligeiramente umedecida. Envolvemos a massa em filme pvc e deixamos descansar na geladeira, por meia hora.

Para o recheio, vamos fazer um creme de funghi usando cinquenta gramas de Funghi Seco (picadinho), quatro Ovos, cento e oitenta gramas de Queijo Gruyere, duas xícaras de Creme de Leite FrescoPimenta do Reino e Sal a gosto.

Pare pra escutar, tente ouvir o amor e a solidão.
Seja muito sim, e pouco não, não é pecado
Finja não ouvir, e seu lado negro pode ir
Toda hora é hora de assumir a quem se ama

Paulo Novaes

Podemos começar por hidratar o funghi seco em pouca água fervendo por meia hora. Batemos no liquidificador, formando quase que uma pasta e despejamos em uma vasilha. Juntamos o creme de leite, os ovos, o sal e a pimenta do reino. Com uma colher de arame, misturamos tudo. Prove o sal e a pimenta e acrescente mais, se for o caso. Reservamos.


Pra que mentir a suas verdades se estão escritas no coração?
Pra se ouvir tem que haver coragem, de aprender com o próprio não

Paulo Novaes

O gruyere, podemos ralar ou cortar em lascas bem finas e pequenas, é o que prefiro. Reservamos.

Para montar o quiche, vamos usar além da massa e do recheio, Queijo Parmesão ralado, o quanto baste para cobrir toda a forma.


Unte a forma com manteiga e farinha de trigo. Eu gosto de usar aquela forma que a lateral abre. Espalhe a massa com as pontas dos dedos, até cobrir toda a forma, mas precisa ficar uma camada fina de massa. Espalhe o gruyere no fundo da forma e depois, acrescente o creme de funghi e depois cubra com o parmesão ralado. Você pode retirar o excesso de massa entre o limite do creme e a borda da forma.

Leve ao forno em temperatura de 200º e deixe até dourar. Quando já estiver dourando, pode abaixar para 160º até o dourado ficar uniforme.

Retire do forno e sirva, com os acompanhamentos que preferir. Para hoje, acompanhei com uma Salada de Rúcula, Alface, Espinafre (colhidos na horta por Nannn) e Tomate e Feijão Vermelho com Açafrão.





Menino da Natureza

Havia um menino
Um menino encantado e muito estranho
Dizem que ele vagou muito longe, muito longe
Por terra e mar
Um pouco tímido e de olhar triste
Mas muito sábio era ele

E então um dia
Um dia de sorte ele cruzou o meu caminho
Então nós falamos de muitas coisas:
Bobos e reis
Então ele me disse
A maior coisa que você vai aprender
É amar e ser amada

Nat King Cole

Comentários

Postagens mais visitadas