Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Gravata gratinada ao Molho Branco com Ervas... ou, carrego o seu coração comigo, eu o carrego no meu coração

A manhã escorreu pela noite, trazida em poesia de Cummings, tecida por um olhar forte e doce, mas que eu nunca toquei. Não sabia que vinha. Penetrava em meu mundo quando eu me distraia em sonhos mundanos...

"Carrego seu coração comigo
Eu o carrego no meu coração
Nunca estou sem ele
Onde eu for, você vai, minha querida
Não temo o destino
Você é meu destino, meu doce
Não quero o mundo pois,
Você é meu mundo, minha verdade
Eis o segredo que ninguém sabe
Aqui está a raiz da raiz
O broto do broto
E o céu do céu
De uma arvore chamada vida
Que cresce mais do que a alma pode esperar
Ou a mente pode esconder
E esse é o prodígio
Que mantem as estrelas a distancia
Carrego seu coração comigo
Eu o carrego no meu coração."

(E.E. Cummings)


Compadre meu Guimarães Rosa diz que "porque, enquanto coisa assim se ata, a gente sente mais é o que o corpo a próprio é: coração bem batendo."... e assim é, sem ser entendível.




Primeiro, separei as Ervas de minha horta: algumas folhas de Manjericão, uns raminhos …

Últimas postagens

Berinjela à Parmegiana acompanhada com Batata Rústica... ou, besta

Quiche de Espinafre com Gruyere... ou, rasgando um buraco no azul

Cogumelo Paris Foyot... ou, pote de poeira

Tortilla de Forno... ou, toda saudade é uma espécie de velhice

Broa de Fubá... ou, dos gerais

Risoto de Funghi... ou, sou livre dentro dos seres

Ode ao Vinho e ao Alecrim